EQUIPE
Jonatas.jpg

Jonatas Rubert

Formado em Realização Audiovisual pela Unisinos, com especialidade em montagem e direção. Trabalha na Casa de Cinema de Porto Alegre desde 2012. Montou séries como "Grandes cenas", "Fora de quadro",  "O complexo", "Sementes do amanhã", "Via pública" e os longa-metragens documentais "Portuñol" e "Anauê". Finalizou longas como "Cidades fantasmas", "Tinta bruta" e "Disforia" . Foi curador da mostra itinerante Cine Abacaxi, criador do curso Cinema na Escola e é professor nas oficinas do projeto Cidade Cinematográfica. [edt]

Ju.jpg

Juliana Costa

Pesquisadora de cinema, editora do Zinematógrafo, fanzine impresso de crítica de cinema, além de membra fundadora do cineclube Academia das Musas, voltado ao estudo e difusão de cineastas mulheres. É membro da ACCIRS - Associação de Críticos de Cinema do RS e da ABRACCINE - Associação Brasileira de Críticos de Cinema.

Natasha.jpg

Natasha Ferla

Formada em Realização Audiovisual pela Unisinos e atua como produtora. Trabalhou como assistente de produção executiva no longa-metragem “Tinta bruta”, ganhador do Teddy Award no Festival de Berlim em 2018, e no longa-metragem "O Acidente", dirigido por Bruno Carboni e produzido pela Tokyo Filmes. Desde 2016, faz parte do equipe de produção do FRAPA. Atualmente, desenvolve como produtora os projetos "Dyaspora", dirigido por Henrique Lahude e Alix Georges e "Uma em mil", dirigido por Jonatas Rubert, ambos produzidos pela Faço Filmes.

Thais.jpg

Thais Fernandes

Formada em Jornalismo pela PUCRS. Desde 2007, trabalha como montadora e diretora de projetos audiovisuais para televisão e cinema. Focada em narrativas documentais, dirigiu os curtas "Contrato de amor" (2013), "Navegantes" (2015) e "Um corpo feminino" (2018).  Assina produção executiva, pesquisa e edição de vídeos do webdocumentário “A cidade inventada” (2014). Em 2020, prepara o lançamento de "Portuñol", seu primeiro longa, e lança "Afinal, quem é Deus?", sua primeira série de TV – ambos documentais. Thais atua também como educadora, ministrando cursos livres de documentário e introdução ao cinema. [site]

Lívia.jpg

Lívia Pasqual

Formada em Realização Audiovisual pela Unisinos (2010) e especialista em Fotografia de Criação e Gestão de Projetos pela EFTI da Espanha (2011), atua como diretora de fotografia e artista visual. Entre seus trabalhos estão o curta-metragem "Um corpo feminino" (2018), finalista do Grande Prêmio de Cinema Brasileiro (2019), a minissérie "Necrópolis" (2017), disponível no Netflix Brasil, e o longa-metragem "Despedida" (em pós-produção). Selecionada para a edição de 2020 do programa Berlinale Talents Buenos Aires. É membra do DAFB - coletivo de Mulheres e Pessoas Transgênero do Departamento de Fotografia do Cinema Brasileiro.

Lahude.jpg

Henrique Lahude

Formado em Realização Audiovisual pela Unisinos (2012) e especialista em Desenvolvimento de Projetos para Cinema e TV pela EICTV de Cuba. Trabalhou como produtor ao longo de cinco anos junto a Panda Filmes, Casa de Cinema de Porto Alegre e Câmara Clara. Foi programador do 7º Festival de Verão de Cinema Internacional e da 5ª Seleção de Filmes. Desde 2015, pesquisa e registra a diáspora haitiana no Vale do Taquari e região metropolitana de Porto Alegre. Seu último curta, "Fé Mye Talè", participou de 18 festivais, mostras e congressos, recebendo prêmios de melhor direção e trilha sonora. Atualmente, coordena o projeto de cinema e educação Cidade Cinematográfica e o programa de difusão Adento – Mostra Interiorana do Cinema Gaúcho.

COLABORADORES

Victor Pinheiro

Trabalha com produção e organização de mostras e eventos audiovisuais. Em 2018, como bolsista no Instituto Federal (IFRS), trabalhou nos projetos de extensão Oficina de Cinema - OfCine e Cine Clube. Trabalhou também na produção da  III Mostra de Cinema OfCine & I Cinemário (2018) e I Mostra de Cinema Latino-Americano de Rio Grande (2019).

Teresa Assis Brasil

Bacharela em Realização Audiovisual pela Unisinos (2015) e licencianda em Cinema e Audiovisual na UFF. Atua nas áreas de produção, continuidade e educação audiovisual. Foi continuísta da série "Fora de quadro" (2015) e do longa-metragem "Aos olhos de Ernesto" (2019). Desde 2013, é parceira do Programa de Alfabetização Audiovisual,  como produtora e oficineira. Foi bolsista do projeto Inventar com a diferença - cinema e direitos humanos. Desde 2018, é coordenadora da Rede Kino, rede latino-americana de educação, cinema e audiovisual.

joana.jpg

Joana Bernardes

Graduada em Realização Audiovisual pela Unisinos (2015), atua como continuísta e montadora. Estagiou na Casa de Cinema de Porto Alegre e trabalhou na área de montagem em diversos projetos de ficção e documentário, como as séries "Grandes cenas" (2016) e "Afinal, quem é Deus?" (2020). Trabalhou como continuísta no longa-metragem "Rasga coração" (2018).

pedro gusmão.jpg

Pedro Gusmão

Formado em Jornalismo pela PUCRS e em Direção Cinematográfica pela Escuela de Cine Bande à Part de Barcelona. Trabalha com cinema e audiovisual desde 2007. Na Espanha, dirigiu e escreveu curtas de distintos gêneros. Em 2012, lançou o curta "Tauromaquia" e produziu a web série documental "Diario visual itinerante”. Em 2013, abriu a produtora Cinematográfica Sustentável. É professor na escola Fluxo e trabalha como freelance em diversas produtoras. [vimeo]